Anterior
Novo ano, novos preços de gás, luz, rendas, taxas...
Seguinte
Governo mantém meta do défice
Página Inicial   >  Economia  >   Portal das Finanças funciona mal, diz provedor de Justiça

Portal das Finanças funciona mal, diz provedor de Justiça

Alfredo José de Sousa escreveu ao secretário de Estado dos Assuntos Fiscais para denunciar os problemas detetados na sequência de várias queixas recebidas na Provedoria.
|
Portal das Finanças funciona mal, diz provedor de Justiça

O Portal de Finanças funciona mal, é lento ou mostra-se mesmo indisponivel em diversas situações, factos que o Governo deveria ter em conta reforçando o investimento nesta área, alerta o Provedor de Justiça

Num ofício enviado ao secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Alfredo José de Sousa aponta o "deficiente funcionamento" do sistema informático, o que se traduz na "lentidão na abertura de aplicações" e, mesmo, na sua "indisponibilidade tout court".

O Provedor manifesta ainda preocupação pelo facto de em 2013 o portal das Finanças poder vir a estar ainda mais sobrecarregado, "tendo em conta as obrigações de comunicação introduzidas pelo decreto-lei nº198/2012 e que abrangem faturas e documentos de transporte"

Embora compreendendo que "existam constrangimentos de ordem financeira", Alfredo José de Sousa julga necessário "um maior investimento nesta área", e sugere que sejam tomadas as "medidas que entender por convenientes" para garantir "um melhor funcionamento" do Portal das Finanças e do sistema informático da Autoridade Tributária.

Entre as diferentes recomendações, o Provedor de Justiça diz ser "indispensável que as aplicações para preenchimento e entrega das declarações de impostos sejam disponibilizadas com antecedência e em versão final".


Opinião


Multimédia

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 

Crumble. A sobremesa mais fácil do mundo

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 37 Comentar
ordenar por:
mais votados
O PROVEDOR DE JUSTIÇA TEM RAZÃO
O Portal das finanças não funciona mal, funciona pessimamente. Basta perguntar aos Técnicos Oficiais de Contas. Na maioria das vezes em que está a terminar o prazo de entrega de qualquer obrigação fiscal...o PORTAL não responde.
O Senhor Secretário de Estado sabe que é verdade, por isso tem vindo a alargar prazos para a entregas das ditas obrigações com regular frequência.
A bem de todos era bom que esta situação fosse alterada quanto antes
Re: O PROVEDOR DE JUSTIÇA TEM RAZÃO
Re: O PROVEDOR DE JUSTIÇA TEM RAZÃO
Re: O PROVEDOR DE JUSTIÇA TEM RAZÃO
Re: O PROVEDOR DE JUSTIÇA TEM RAZÃO
Re: O PROVEDOR DE JUSTIÇA TEM RAZÃO
Re: O PROVEDOR DE JUSTIÇA TEM RAZÃO
Re: O PROVEDOR DE JUSTIÇA TEM RAZÃO
Re: O PROVEDOR DE JUSTIÇA TEM RAZÃO
Re: O PROVEDOR DE JUSTIÇA TEM RAZÃO
Re: O PROVEDOR DE JUSTIÇA TEM RAZÃO
Re: O PROVEDOR DE JUSTIÇA TEM RAZÃO
Nos dias em que funciona...
Da última vez que tentei entregar o IRS, a aplicação que gera a «senha na hora» não estava disponível NA PRÓPRIA REPARTIÇÃO. Isto, na véspera do último dia.
Re: Nos dias em que funciona...
do piorio
Por vezes não reconhece a password nem as sucessivas alterações. Reclamei pelo facto e nunca se dignaram a responder-me. É de um nível de incompetência à imagem do titular da pasta da tutela.
Re: do piorio
Re: do piorio
Re: do piorio
Re: do piorio
Re: do piorio
Re: do piorio
Re: do piorio
Re: do piorio
Re: do piorio
Re: do piorio
É sempre à última
O Portal das Finanças tem muitas falhas, é verdade.
Pudera: com o nível de burocracia que é preciso para fazer a mínima alteração, cortes no orçamento, responsáveis à frente das decisões relativas ao portal incompetentes para lidar com a área das TI e mil e uma empresas diferentes a construir as peças que formam o Portal, só podia dar um monstro do Frankenstein com graves problemas.

Muitas coisas tinham de mudar para termos um PF melhor.
Mas mesmo mudando essas coisas - que resolveriam problemas mais pontuais e erros a nível da acessibilidade e usabilidade do portal-, não se resolveria um dos problemas, que é a sobrecarga dos últimos dias de entregas, cuja responsabilidade é simplesmente dos utilizadores.
Mas, como é costume, fica tudo para a última e não há optimização que nos valha (:

Este ano, poupem-se a problemas com o PF e entreguem antes dos últimos dias. É bom senso apenas, já que o sistema não vai mudar tão cedo, mais vale queixarem-se menos e precaverem-se mais.
Não tenho bem a certeza...
...mas a culpa deve ser do Sócrates.Foi ele que se lembrou dessa treta. Era muito mais fixe a malta ir para as repartições e passar lá o dia!
Re: Não tenho bem a certeza...
Re: Não tenho bem a certeza...
Re: Não tenho bem a certeza...
Sem perceber muito disto...
mas acho que muitos constrangimentos nos fins dos prazos têm a ver com a largura de banda do portal, o nº de acessos simultâneos que o portal suporta. Suponho que resolvendo essa questão o serviço melhorará alguma coisa.
Na entrega do IRS como nunca deixo para o fim não tenho tido problemas, mas já tive quando fui fazer por um familiar no fim do prazo.
Mas há sempre lugar para melhorias.
Portal de má qualidade na prestação de serviço é o da Segurança Social
Será que também enviou ao Procurador ?
Denunciando toda a malandragem que rebentou com Portugal, que se fosse num país decente, já estavam todos presos ?
Já se viu alguma campanha na comunicação social a pedir o julgamento dessa gente ?
É só "fogo de vista"!
Re: Será que também enviou ao Procurador ?
Re: Será que também enviou ao Procurador ?
Senha
Todos os anos tenho de pedir nova senha pois o portal não reconhece a do ano anterior.
Ainda não percebi o porquê (mas também ainda não preguntei).
Re: Senha
Re: Senha
Comentários 37 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub