Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Soares elogia Tsipras e considera "indecorosa" a posição da ministra das Finanças

  • 333

Mário Soares critica também a pressão que Portugal e Espanha fizeram junto da Alemanha para que o acordo com o Governo grego não ocorresse

José Carlos Carvalho

Na sua coluna no "Diário de Notícias", o líder histórico do PS diz que Maria Luis se sujeitou a uma fotografia de propaganda.

Luísa Meireles

Luísa Meireles

Redatora Principal

Mário Soares elogia esta terça-feira o primeiro-ministro grego Alexis Tsipras, bem como "o seu notável ministro das Finanças" pelo acordo obtido no Eurogrupo e o aumento de popularidade do seu Governo.

Na sua habitual coluna semanal no "Diário de Notícias", o líder histórico do PS qualifica ainda como "indecorosa" a posição da ministra portuguesa das Finanças, "sentada ao lado do reacionário Schauble, sujeitando-se a uma fotografia de propaganda da austeridade".

Soares critica também a pressão que Portugal e Espanha fizeram junto da Alemanha para que o acordo com o Governo grego não ocorresse.

O assunto, que foi levantado no fim de semana por Tsipras numa reunião do seu partido, já mereceu um protesto da parte de Espanha e de Portugal junto da Comissão Europeia. Segundo fonte de Bruxelas citada pelo "Diário de Notícias", é possível que haja uma declaração política do presidente da Comissão, Jean-Claude Juncker, na cimeira quadripartida desta quarta-feira, em Madrid, a propósito das interligações energéticas.

A porta-voz da Comissão havia respondido que esta está "em contacto próximo" com as três capitais, com o objetivo de assegurar que "há unidade entre os Estados-membros e em especial aos membros da zona euro", segundo uma porta-voz da Comissão.

O Governo grego, por sua vez, já veio dizer que o "não divide os os pa´sies e povos como amigos ou inimigos" e que "qualquer má interpretação do discurso do primeiro-ministro grego não ajuda ao diálogo".