Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Pacheco Pereira diz que "houve uma humilhação pública de Portugal"

João Carlos Santos

A entrada da Guiné Equatorial para a Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) - durante a cimeira que teve lugar em Díli - foi um dos acontecimentos comentados por Pacheco Pereira, António Costa e Lobo Xavier no programa "Quadratura do Circulo"

Para Pacheco Pereira a entrada da Guiné Equatorial para a Comunidade de Países de Língua Português (CPLP) constituiu uma "humilhação pública para Portugal" e o caso "mostra uma incompetência da diplomacia portuguesa".

O político do PSD disse durante o programa da SIC Notícias "Quadratura do Circulo" que a viabilização da entrada de um país como a Guiné Equatorial retira a legitimidade do nosso país para falar na cena internacional de outros casos de despeito pelos Direitos Humanos e que o modo decorreu a sua adesão mostrou o "caos" da nossa diplomacia.

António Costa, do PS, disse que Portugal não apostou na política externa e na CPLP, acabando por ficar numa situação de isolamento dentro da organização, lamentado também a descaracterização da comunidade, pelos "valores petrolíferos" em detrimento dos valores de cidadania

António Lobo Xavier, do CDS-PP, também lamentou sobreposição dos valores estratégicos à língua comum, considerando igualmente que essa decisão descaracteriza a CPLP.