Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

O primeiro candidato a Belém. Henrique Neto deve avançar

  • 333

A apresentação da candidatura de Henrique Neto está marcada para a próxima quarta-feira, no Padrão dos Descobrimentos, em Lisboa

Marcos Borga

O nome do empresário socialista é avançado pela imprensa desta segunda-feira. Antigo deputado não confirma nem desmente.

Ainda sem candidatos oficiais, a corrida às eleições presidenciais de 2016 conta com mais um nome provável. A edição desta segunda-feira do "Diário de Notícias" dá a candidatura de Henrique Neto, 78 anos, empresário e ex-deputado do PS, como certa. Ao jornal "i",  o próprio não confirma nem desmente.

O convite para a apresentação de candidatura que está a circular, ainda sem qualquer nome, descreve o candidato como um "cidadão que, na sua vida profissional, se destacou pela sua competência e capacidade de concretização, tendo levado o nome de Portugal a níveis de referência mundiais", citam os dois jornais.  

Henrique Neto começou a trabalhar aos 14 anos como aprendiz na indústria da embalagem de madeira e de moldes. Mais tarde fundou a empresa Iberomoldes, que se destacou mundialmente neste sector, e acabou por entrar na política. Foi candidato da Oposição Democrática nas legislativas de 69 e deputado do PS entre 1995 e 1999. Foi também vice-presidente da Associação Industrial Portuguesa. 

No útimos anos, Henrique Neto foi-se distanciando do partido. Ameaçou mesmo desfiliar-se de militante, mas acabou por nunca avançar para o corte radical. Em novembro, quando José Sócrates foi preso, Neto disse não ter ficado surpreendido. "Há anos que esperava que isso acontecesse. Os indícios eram mais que muitos", disse ao diário "i" (ver notícia relacionada).

A apresentação da candidatura está marcada para a próxima quarta-feira, no Padrão dos Descobrimentos, em Lisboa. Até agora, o Partido Socialista não formalizou o seu candidato, mas são vários os nomes falados como António Vitorino, António Guterres e, mais recentemente, António Sampaio da Nóvoa.