Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Governo divide-se e adia decisão sobre álcool e tabaco

  • 333

FOTO JOSÉ SENA GOULÃO / LUSA

"Há margens de compromisso mas houve opiniões divergentes e não se chegou a acordo." Decisão foi adiada. 

O Governo não conseguiu aprovar os diplomas que levou ao conselho de ministros desta quinta-feira e que proibiam a venda de vinho e cerveja a menores de 18 anos e também o fumo em todos os locais públicos fechados.

"Há margens de compromisso", garante fonte oficial, mas "houve opiniões divergentes e não se chegou a acordo", confirmou o Expresso. O ministro da Economia, António Pires de Lima, terá sido um dos resistentes às ideias defendidas pelo seu colega da Saúde. Mas não esteve sozinho.

A longa discussão justifica, aliás, a demora no conselho de ministros, que também aprovou o Plano de Estabilidade e o Plano Nacional de Reformas para os próximos cinco anos, mas que só entrou nesta parte da agenda "já tarde". 

A aprovação dos dois temas quentes - proibições em matéria de álcool e tabaco - ficou adiada para o próximo conselho de ministros.