Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Ferro só quer o PS a apoiar candidatura presidencial após as legislativas

  • 333

FOTO PAULO CUNHA / LUSA

"Tudo o que seja dispersar atenções (...) é um erro crasso", diz.

O líder parlamentar do PS defendeu esta quinta-feira que o seu partido só deverá ter uma posição institucional de apoio a um candidato presidencial após as eleições legislativas. Ferro Rodrigues adverte que o debate sobre o tema, se for tido agora, pode prejudicar o partido.

 

O socialista falava aos jornalistas no final da reunião da bancada do PS, depois de confrontado com o facto de o eurodeputado Francisco Assis ter manifestado esta quinta-feira, num artigo no jornal "Público", o seu apoio a uma candidatura presidencial do ex-presidente da Assembleia da República Jaime Gama.

 

"O direito à palavra é sagrado no PS. Agora, na minha opinião, o PS, enquanto tal, só deve apoiar uma candidatura presidencial depois das eleições legislativas", declarou antes de deixar um aviso: "Tudo o que seja dispersar as atenções para outros aspetos, por muito importantes que sejam [além da vitória nas eleições legislativas], é um erro crasso".