Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Costa visita Sócrates. "Ele vai continuar a lutar"

Nuno Veiga / Lusa

Mesmo no último dia do ano, António Costa cumpriu a promessa e foi visitar o ex-primeiro ministro à prisão de Évora. Diz que o encontro foi "emocionante" e que Sócrates é um "lutador". Mário Soares já lá estava. Pela segunda vez.

António Costa foi, hoje, ao estabelecimento prisional de Évora fazer "uma visita pessoal e de amigo" a José Sócrates. O líder socialista chegou por volta das 10h30, numa altura em que Mário Soares já se encontrava na mesma prisão para o segundo encontro com Sócrates, desde que, há um mês, o ex-primeiro-ministro foi detido preventivamente.

À saída, António Costa fez questão de sublinhar que encontrou José Sócrates bem e com vontade de "continuar a lutar". "As pessoas conhecem a sua personalidade. Ele é um lutador e está, naturalmente, em luta pelo que acredita ser a sua verdade".

Separando as águas entre a política e a justiça, Costa fez, no entanto, questão de que a sua visita era "pessoal" e que "o PS deixou claro que uma coisa são os sentimentos, outra coisa é a necessidade do partido se concentrar na sua função que é a de ser alternativa".

O líder socialista deixou ainda uma mensagem clara sobre a necessidade "de deixar a justiça funcionar em todos os seus valores, assegurando a presunção de inocência, que a defesa disponha de igualdade de circunstâncias e que o segredo de Justiça seja preservado". Segundo António Costa estes princípios são "normais num estado democrático" e é uma tarefa para a qual "todos somos chamados a contribuir".

Soares volta 

Também o antigo Presidente da República Mário Soares foi visitar, hoje e pela segunda vez, o ex-primeiro-ministro. Por "amizade" e por "não ter a menor dúvida sobre a sua inocência", Soares encontrou um José Sócrates "muito enérgio, muito senhor do que deve fazer e da sua completa inocência".

Soares acha mesmo que "não há razão para ele estar aqui tanto tempo", nem "para estar preso" e garante que José Sócrates está "muito bem".

O antigo chefe de Estado, que completou 90 anos recentemente, não revelou o teor da conversa mantida com José Sócrates nem sequer se esteve reunido com António Costa durante a visita ao estabelecimento prisional. 

 

[notícia atualizada às 12h14]