Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Costa desmente notícia recuperada por assessor de São Bento

  • 333

"Não devo nem devi qualquer quantia relativa à sisa ou à contribuição autárquica", refere o líder socialista.

Raquel Pinto

Foi com um desmentido que António Costa reagiu à difusão no Facebook de um recorte do extinto semanário Tal & Qual, recuperado pelo líder parlamentar do PSD, Carlos Abreu Amorim, e logo de imediato publicado no perfil do assessor do gabinete de Passos Coelho, Carlos Sá Carneiro, servindo-se dele para críticas às críticas do PS em torno da polémica com as contribuições de Passos Coelho à Segurança Social.

A "notícia" partilhada esta segunda-feira dizia que o então "ministro da Justiça comprou casa em Lisboa, com recurso a crédito bancário, e não pagou a contribuição autárquica, como era sua obrigação. Nas contas com o fisco, também a sisa vem à baila. Para António Costa, tudo fica a dever-se a uma série de lapsos - do próprio banco e da secretária que lhe preencheu a declaração de rendimentos". 

Num comunicado enviado ao Expresso ao início desta terça-feira, o líder socialista e candidato a primeiro-ministro comenta o episódio de ataque "aos telhados de vidro" do PS - que está a ganhar dimensão na rede social -, limitando-se a um reiterado desmentido: "Dirigentes do PSD reeditaram hoje  uma "notícia" do extinto semanário Tal & Qual, publicada no ano 2000 (ou 2001). O desmentido que então fiz mantém plena atualidade: não devo nem devi qualquer quantia relativa à sisa ou à contribuição autárquica."