Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Cavaco contra antecipação das eleições. "É bom que os portugueses se habituem à normalidade democrática"

  • 333

FOTO PAULO NOVAIS / LUSA

Presidente diz que as eleições "realizar-se-ão entre 14 de setembro e 14 de outubro".

Cavaco Silva considerou esta quarta-feira que "seria mais negativo ter antecipado as eleições legislativas". Na Lousã, onde visitou o Laboratório de Estudos sobre Incêndios Florestais, o Presidente da República disse ainda que "é bom que Portugal se habitue, como acontece noutros países europeus, à normalidade democrática".

"As eleições realizar-se-ão entre 14 de setembro e 14 de outubro", concluiu.

Questionado sobre os últimos desenvolvimentos em relação à lista VIP de contribuintes - o Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa anunciou a abertura de um inquérito com base nos elementos recolhidos sobre o caso, citando nomeadamente o relatório da Comissão Nacional de Protecção de Dados e os registos das cinco audições na comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Administração Pública -, Cavaco Silva optou por não comentar.

"Quando entidades que gozam de autonomia e independência decidem abordar o tema, como Presidente da República não posso fazer qualquer comentário", disse.

Cavaco Silva deixou também uma palavra de apreço para o o trabalho dos bombeiros em épocas de fogos florestais, época que se aproxima, e defendeu que, nesta matéria, "é preciso educar os portugueses para a prevenção".