Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Catarina Martins irrita Passos com a venda do BPN

"Este Governo vendeu o BPN por tostões ao BIC. Foi uma venda a favor. Quarenta milhões de euros é um valor abaixo de todas as avaliações feitas na altura. O senhor primeiro-ministro faz favores e muitos", insistiu a deputada bloquista Catarina Martins

Miguel A. Lopes/Lusa

Deputada bloquista acusa Governo de ter vendido o BPN ao BIC por "tostões". Passos Coelho sentiu-se ofendido. "A venda do BPN é clara, foi feita com transparência. Não é uma venda de favor", respondeu. 

A porta-voz do Bloco de Esquerda acusou o primeiro-ministro de ter feito uma "venda de favor", do BPN ao BIC, por 40 milhões de euros. Passos ofendeu-se e avançou para a defesa da honra.

"A venda do BPN é clara, foi feita com transparência. Não é uma venda de favor. Não faço favores a ninguém, nem peço. Sem tem provas de que se trata de uma venda de favor apresente-as", disse o primeiro-ministro visivelmente irritado, durante o debate quinzenal desta manhã no Parlamento.

"Se o senhor não sabe o que é um favor, eu explico-lhe", respondeu Catarina Martins. "Este Governo vendeu o BPN por tostões ao BIC. Foi uma venda a favor. Quarenta milhões de euros é um valor abaixo de todas as avaliações feitas na altura. O senhor primeiro-ministro faz favores e muitos", insistiu a deputada bloquista.