Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

António Costa vai dar volta ao país. Périplo começa no Minho

  • 333

FOTO José Carlos Carvalho

Secretário-geral do PS dá inicío este sábado, em Terras de Bouro. a um périplo de contatos com a população pelo país profundo. A marcar terreno para as legislativas, António Costa vai andar por Braga, Guimarães e Barcelos.    

Isabel Paulo

Isabel Paulo

Jornalista

Já com as eleições de outubro no horizonte, António Costa arranca, sabádo, em Terras de Bouro uma volta a Portugal para "ouvir e sentir" de perto os anseios da população.

"O secretário-geral do PS quer perceber como é que num país, que há quem diga está melhor, a sua população vive cada vez pior", adiantou ao Expresso Hugo Pires, ex-vereador de Mesquita Machado e líder da concelhia do PS de Braga.

No primeiro dia da primavera, o líder do PS irá abordar em Valdosende "os problemas de segurança das áreas florestais e terrnos baldios", ação que culminará com a plantação de uma árvore em Valdosende.

Na rota de António Costa segue-se o centro histórico de Braga, com passagem pelo icónico café A Brasileira, as pedonais ruas do Souto, Capelistas e regresso à Avenida Central.

Ainda sem arruadas nem bombos, o presidente da Câmara de Lisboa, acompanhado dos dirigentes locais socialistas, aproveitará a ocasião para tomar o pulso à cidade que durante mais de três décadas foi um feudo socialista e que, nas últimas legislativas, teve o rival António José Seguro como cabeça de lista do distrito bracarense.

A comitiva segue depois para um almoço em Guimarães com simpatizantes e autarcas do PS.

Pelas 15h30, a volta pelo Minho acabará com o plenário distritral, que terá lugar no Auditório da Câmara Municipal de Barcelos, onde António Costa talvez explique a polémica frase de que o país está melhor do que há quatro anos, desfazendo o mal-entendido que tanto agradou às hostes laranjas.