Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Marcelo saúda acordos PS-PSD mas espera que “consensos possam ser alargados a outros”

MÁRIO CRUZ/LUSA

Em nota divulgada no site da Presidência da República, Marcelo Rebelo de Sousa lembra que, desde 9 de março de 2016, tem “insistido amiúde na exigência nacional de consensos alargados entre as várias forças políticas”

Helena Bento

Helena Bento

Jornalista

“É com agrado que o Presidente da República vê os acordos hoje anunciados entre o Governo e o Partido Social Democrata sobre fundos estruturais e sobre descentralização”. Assim se lê na nota publicada esta quarta-feira no site da Presidência da República.

O primeiro-ministro António Costa fechou hoje acordos com o presidente do PSD, Rui Rio, sobre descentralização e fundos comunitários e Marcelo Rebelo de Sousa vê isso com bons olhos embora espere que “os consensos possam ser alargados a outros partidos e parceiros sociais, a bem dos Portugueses, e independentemente das dinâmicas de governação e oposição”, conforme refere a nota.

Sobre os acordos assinados com os sociais-democratas, Costa referiu no final do debate quinzenal na Assembleia da República que estão previstos no próprio programa de Governo e que não excluiu ninguém das conversações em torno desses mesmos temas. O primeiro-ministro também fez questão de distinguir entre estes acordos e os que mantém com os seus parceiros parlamentares - o BE, o PCP e o PEV. “Não confundimos estes acordos [com o PSD] que têm esta natureza específica com as posições conjuntas na base das quais se formou uma maioria neste parlamento que viabilizou este Governo. Essa é uma maioria que permitiu uma viragem política que tem produzido bons resultados e que só temos boas razões para darmos continuidade”, sublinhou.

Na nota divulgada, o Presidente da República lembra ainda que, desde 9 de março de 2016, tem “insistido amiúde na exigência nacional de consensos alargados entre as várias forças políticas, em domínios vitais da vida coletiva, e onde o que as aproxima é mais importante do que o que as separa”.

Notícia em desenvolvimento.