Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

MNE disponível para “audição urgente” pedida pelo PSD

luís barra

O PSD acusou esta quarta-feira o Governo de ter uma posição “tímida e condicionada” pelo PCP e BE no caso Skripal

O ministro dos Negócios Estrangeiros “está disponível” para a “audição urgente” pedida pelo Partido Social-Democrata (PSD) para esclarecer a posição do Governo português no caso Skripal, disse à Lusa a assessora de imprensa de Augusto Santos Silva.

O ministro, que realiza esta quarta-feira uma visita a Paris, “está disponível para ir à audição que o PSD anunciou que ia requerer, na data em que a Comissão entender e que corresponda a um dia em que não esteja em visita ao estrangeiro”, afirmou.

O PSD acusou esta quarta-feira o Governo de ter uma posição “tímida e condicionada” pelo PCP e BE no caso Skripal e defendeu a expulsão imediata de diplomatas russos, tal como fizeram a maioria dos países da União Europeia.

Em declarações aos jornalistas no parlamento, o líder parlamentar do PSD, Fernando Negrão, anunciou que o partido vai pedir uma “audição urgente” do ministro dos Negócios Estrangeiros para dar esclarecimentos sobre esta matéria na Assembleia da República.

Desde segunda-feira, mais de duas dezenas de países, incluindo mais de metade dos Estados-membros da União Europeia, e a NATO anunciaram a expulsão de agentes dos serviços de informações russos colocados nas embaixadas da Rússia.

A ação concertada é uma resposta ao envenenamento do ex-espião russo Serguei Skripal e da filha, Yulia, com um gás neurotóxico, em 04 de março em Salisbury, no sul de Inglaterra.
Portugal, explicou Augusto Santos Silva na terça-feira à RTP e à SIC Notícias, “chamou para consultas o seu embaixador em Moscovo”, mas, estando “inteiramente solidário” com a UE e a NATO, considera este “um processo dinâmico” que se deve “gerir com prudência”.