Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

José Silvano é o novo secretário-geral do PSD

Deputado sucede a Feliciano Barreiras Duarte, que se demitiu após a polémica em torno do seu currículo. José Silvano convidou Elina Fraga, atual vice social-democrata, para se juntar à bancada parlamentar do PSD quando esta em 2005 rompeu com o CDS

José Silvano é o novo secretário-geral do PSD. O deputado vai começar a exercer funções de imediato, informa o partido em comunicado. A escolha de Rui Rio foi anunciada esta segunda-feira, um dia depois de Feliciano Barreiras Duarte se ter demitido na sequência da polémica em torno do seu currículo.

Esta nomeação deverá ser ratificada na próxima comissão política nacional, agendada para 28 de março, e, posteriormente, no conselho nacional do PSD”, lê-se na nota. Silvano, 61 anos, é advogado, natural de Vila Real. Foi em Mirandela que exerceu a profissão e construiu a carreira política (foi presidente da Câmara e da assembleia municipal, deputado, e presidiu ainda ao conselho de administração de várias empresas locais e regionais). “Tem igualmente uma larga experiência político-partidária, que começou ainda na juventude.”

Durante a presidência da Câmara de Mirandela, Silvano convidou Elina Fraga, atual vice do partido, para se juntar à bancada parlamentar social-democrata, quando esta em 2005 rompeu com o CDS.

José Silvano é atualmente deputado e pertence a várias comissões parlamentares, “nomeadamente à comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos Liberdades e Garantias, comissão da Saúde, Trabalho e Segurança Social”. É também coordenador da comissão eventual para o Reforço da Transparência no Exercício de Funções Públicas e é membro da comissão eventual de Acompanhamento do Processo de Definição da “Estratégia Portugal 2030”.

É licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra. No PSD “foi presidente da comissão política distrital de Bragança, presidente da comissão política concelhia de Mirandela, vogal da comissão política nacional e membro do conselho nacional”.

No domingo, Feliciano Barreiras Duarte apresentou a demissão do cargo de secretário-geral do PSD. Há uma semana, o “Sol” escreveu que o social-democrata mencionava no percurso académico o estatuto de “visiting scholar” da Universidade da Califórnia, em Berkeley, associado ao seu doutoramento em Ciência Política. Porém, nunca esteve em Berkeley, nem em qualquer outro local dos EUA.