Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Sousa Tavares: “Schulz conseguiu que Merkel aceitasse coisas com que estava contra até aqui”

O CDU de Angela Merkel e o SPD de Martin Schulz chegaram a um acordo para os próximos quatro anos de Governo na Alemanha. Os militantes do SPD votam no dia 4 de março o acordo de coligação e Schulz já disse que vai abandonar a liderança do partido. Miguel Sousa Tavares considera que o líder do partido social-democrata alemão conseguiu que Merkel aceitasse coisas com que estava contra até aqui. O comentador da SIC fala ainda da ala mais jovem do SPD que, na sua opinião, está a mobilizar-se para apelar aos militantes para votarem “não” ao acordo