Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Rio convida santanistas

Foto Rui Duarte Silva

Depois de ter vencido as eleições directas no PSD contra Pedro Santana Lopes, Rui Rio iniciou a fase da transição que o levará a assumir a presidência do partido em Fevereiro. E fala em exclusivo ao Expresso

Filipe Santos Costa

Filipe Santos Costa

Jornalista da secção Política

Em declarações ao Expresso, Rui Rio dá o primeiro sinal de abertura em relação ao que pretende fazer à frente dos sociais-democratas. “Quem esteve com o meu adversário de forma genuína e sincera, é como se tivesse estado comigo”, diz o antigo presidente da Câmara do Porto ao Expresso. E volta a defender abertura para “entendimentos estruturais” com o PS.

Ainda nesta edição do Expresso, pode ver como a ideia de recriação de um Bloco Central merece fortes críticas de vários quadrantes políticos. “É uma questão de sanidade do sistema”, diz Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República; “Não faz sentido”, acrescenta Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros; É preciso é “bloco de direita”, aponta Assunção Cristas, líder do CDS.

Olhando para o que foram estes dias após a vitória nas directas, revelamos como a primeira coisa que Rio fez depois de ganhar foi arrumar o escritório, pagar o IVA e a conta da água. Agora procura casa em Lisboa. Enquanto isso, dorme em hotel de 3 estrelas.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)