Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Santana: "Rui Rio tem uma visão limitada e muito paroquial"

Pedro Santana Lopes eleva a fasquia para si próprio: se ganhar o PSD está obrigado a ganhar a António Costa. E explica o que o distingue de Rio, que acusa de ter "uma visão muito limitada e paroquial".

Helena Pereira

Helena Pereira

Editora de Política

"Cheio de vontade, determinação e entusiasmo", Pedro Santana Lopes diz, em entrevista ao Expresso publica na edição deste sábado, que diz para si próprio: "Estás obrigado a ganhar a Costa". A sua proposta não é "gerir" a atual situação, é "seguir mesmo um caminho novo". Coisa que Santana não vê Rui Rio a ser capaz de fazer.

"Rui Rio tem uma maneira de pensar muito resignada sobre Portugal. Só o défice zero traduz uma maneira de estar na vida", afirma o candidato, que acusa Rio de ter "uma visão limitada e paroquial" .

Em que sentido? "No sentido em que ele é menos ousado do que, menos aberto a projetos ambiciosos". Santana compara-se a Durão Barroso dizendo que ambos, "desde os 20 anos" sonharam com um Portugal alinhado "pelo menos pela média europeia".