Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Luísa Salgueiro é candidata à maior concelhia socialista do país

Fotos Fernando Veludo/NFactos

Presidente da Câmara de Matosinhos lança esta quinta-feira a disputa à liderança da mais populosa concelhia rosa do país. Luísa Salgueiro propõe-se unir o antigo bastião socialista desavindo há década e meia

Isabel Paulo

Isabel Paulo

Jornalista

Depois de ganhar a corrida autárquica de 1 de outubro contra os ex-militantes e candidatos independentes à Câmara de Matosinhos, Narciso Miranda e António Parada, Luísa Salgueiro vai de novo a votos a 20 de janeiro, desta vez para a liderança da concelhia local, com mais de 5.500 militantes. As eleições estão marcadas para 20 de janeiro, sendo a autarca, até agora, a única candidata ao lugar.

A candidatura 'Honrar o Passado, Construir o Futuro' é o lema de Luísa Salgueiro, que formaliza amanhã a sucessão à concelhia do PS/Matosinhos, às 19 horas, no renovado Mercado Municipal de Matosinhos. O Expresso tentou em vão contatar Ernesto Páscoa, atual líder da concelhia, que segundo fonte próxima desta estrutura não deverá recandidatar-se, dado ter saído fragilizado da contenda autárquica por ter rejeitado o apoia à deputada socialista na contenda autárquica, a candidata escolhida pelo secretário-geral do partido, António Costa, e Manuel Pizarro, líder da Distrital do PS Porto.

No reconquistado feudo socialista, marcado por desavenças internas há década e meia, Luísa Salgueiro afirma que quer dar início a um novo ciclo no PS local sob o signo da “unidade e da inclusão que tornarão o partido mais forte e aberto a todos os que se rev~em nos ideias da justiça e da igualdade de oportunidades”.

Cativar as pessoas para a política e para as questões da cidadania, em especial “os mais jovens que hoje se debatem com problemas a que é urgente dar resposta”, é outro dos desígnios da autarca que ganhou as eleições com 36,36% dos votos numa lista que juntou militantes socialistas e os independentes do grupo do anterior presidente da Câmara Guilherme Pinto. Sem maioria absoluta, Luísa Salgueiro governa o município em aliança pós-eleitoral com José Pedro Rodrigues, o candidato do PCP/PEV, vereador com o pelouro dos Transportes, Mobilidade e Proteção Civil.