Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Costa responde a BE sobre Centeno: “Não podemos perder por falta de comparência”

Tiago Miranda

BE nega ser “derrotista”, primeiro-ministro diz que é positivo fazer parte do jogo no Eurogrupo

O Bloco de Esquerda, pela voz da líder Catarina Martins, deu os parabéns ao Governo pela eleição de Mário Centeno como presidente do Eurogrupo, mas sem direito a mais comemorações, lembrando que este é "um grupo informal que serviu para impor austeridade", "um grupo sem regras" que "hostilizou a Grécia e chegou a expulsar o seu ministro das Finanças das reuniões".

Em resposta, o primeiro-ministro defendeu que Centeno vai para o Eugrupo porque "é necessário fazer diferente". "Quem não vai a jogo perdeu à partida, e nós não podemos perder por falta de comparência". "Somos tão iguais no Eurogrupo como qualquer outro estado-membro", rematou.

Como argumento, Costa lembrou ainda as polémicas declarações do ainda presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, sobre os gastos com "bebida" e mulheres": "Não voltaremos a ouvir o presidente do Eurogrupo a falar dos países do sul como muito recentemente ouvimos o presidente cessante", frisou. Sublinhando que não quer ouvir "derrotismos", repetiu: "Não sei se vamos ter o euro que sonhamos, mas não podemos parar de nos bater pelo euro que queremos".