Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Ministro da Educação internado por tempo indeterminado

ANTÓNIO COTRIM / Lusa

Tiago Brandão Rodrigues irá faltar à audição parlamentar de discussão na especialidade do Orçamento do Estado, prevista para quarta-feira. Será substituído pelos secretários de Estado. Para esta terça-feira estavam previstas reuniões com os sindicatos, numa tentativa para travar a greve de professores

O ministro da Educação foi internado esta terça-feira por tempo indeterminado, confirmou a Lusa junto de fonte oficial. Tiago Brandão Rodrigues vai faltar à audição parlamentar de discussão na especialidade do Orçamento do Estado, prevista para quarta-feira, sendo substituído pelos secretários de Estado.

Segundo a mesma fonte, o ministro foi internado esta terça-feira de manhã numa unidade do Serviço Nacional de Saúde em Lisboa, com o diagnóstico de síndrome vestibular agudo (causador de tonturas, vertigens, falta de equilíbrio, náuseas, vómitos).

Para esta terça-feira, estavam previstas reuniões de Tiago Brandão Rodrigues com os sindicatos, numa tentativa para travar a greve de professores. O governante cancelou a agenda prevista e vai ficar sob vigilância e investigação médica nos próximos dias.

A audição do ministro da Educação coincidia com uma greve e manifestação junto do parlamento, convocadas pela Federação Nacional dos Professores (Fenprof) e pela Federação Nacional da Educação (FNE) e outros sindicatos.