Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Ministro da Saúde critica exigências de sindicatos “num país pobre e de gente velha e doente”

O ministro da Saúde prometeu esta sexta-feira diálogo e firmeza nas negociações com sindicatos do sector. Com uma nova greve dos médicos agendada para dia 24 deste mês e uma paralisação por tempo indeterminado dos técnicos de diagnóstico e terapêutica, Adalberto Campos Fernandes criticou as exigências feitas pelos profissionais da Saúde, num “país que está velho, pobre e em muitas circunstâncias entregue a si próprio”