Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Orçamento: Governo cede e aceita acabar com corte de 10% no subsídio de desemprego

Marcos Borga

Esta era uma das medidas reivindicadas por PCP e BE e só hoje teve o ok de Mário Centeno

O Governo cedeu e aceitou acabar com o corte de 10% no subsídio de desemprego que havia sido introduzido pelo Governo de Passos Coelho, confirmou o Expresso.

Durante este ano, o Governo já tinha feito uma alteração para abolir o corte no caso em que isso implicasse que as prestações a pagar ficassem abaixo do valor do Indexante de Apoios Sociais (IAS). Isto foi aplicado a partir de junho e abrangeu cerca de 136 mil desempregados. Mas para os parceiros do Governo esta alteração não foi suficiente.

No último debate quinzenal, o secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, voltou a questionar António Costa sobre a abolição total do corte. O primeiro-ministro não fechou a porta, mas a conversa ficou por aí.

Segundo soube o Expresso, foi só agora na reta final das negociações que Mário Centeno e o primeiro-ministro cederam.