Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Marques Mendes critica militares: “Só faltou dizer que os assaltantes de Tancos foram uns queridos”

Comentador manifesta-se surpreendido pelas declarações do chefe do Estado-Maior das Forças Armadas sobre o roubo no paiol de Tancos, considerando que “os militares procuraram ser simpáticos com o Governo”, o que não abona a favor da sua imagem que deveria ser de independência

“Só faltou dizer que os assaltantes foram uns queridos que ajudaram a limpar o paiol de Tancos”, afirmou Marques Mendes no noticiário de domingo à noite na SIC, comentando a declaração do chefe do Estado-Maior das Forças Armadas sobre o roubo do material militar.

O comentador manifestou o seu espanto pela declaração do general Pina Monteiro. Marques Mendes disse que o militar fez declarações no sentido de desvalorizar a gravidade do caso ao afirmar que afinal o material roubado não valia mais de 34 mil euros e “estava selecionado para abate”.

O social-democrata disse que “os militares procuraram ser simpáticos com o Governo”, desvalorizando o caso, “mas convinha lembrar o papel da instituição militar”, frisando que se trata de “uma instituição do Estado, não dos governos”, e que por isso deve preservar a sua independência.