Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Marques Mendes considera que as acusações à PSP de Alfragide são uma “bofetada à Administração Interna”

Elogiando a investigação do Ministério Público, o comentador social-democrata frisou que o caso expõe contradições relativamente à investigação da inspeção-geral da Administração Interna e mostrou que “não há ministra”

Luís Marques Mendes, na sua intervenção no noticiário de domingo à noite na SIC, elogiou a investigação “inédita e corajosa” do Ministério Público de denúncia de um caso de racismo dos agentes de uma esquadra da PSP de Alfragide,

“Nós temos de conhecer a verdade, por muito que a verdade seja cruel”, afirmou, ao mesmo tempo que chamou a atenção para o facto de as conclusões do Ministério Público não coincidirem com as da Inspeção-geral do Ministério da Administração Interna, o que o levou a dizer que “esta conclusão do Ministério Público é uma certa desautorização e uma certa bofetada à Inspeção-geral da Administração Interna”.

O comentador considerou ainda que o facto de Constança Urbano de Sousa não se ter pronunciado sobre uma “situação tão grave, completamente fora do vulgar”, é a “prova de que não há ministra”. “Ela está muito fragilizada e até um dia ser substituída, é a ausência, como agora se viu”, afirmou.