Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Marques Mendes antevê disputa entre (pelo menos) 3 candidatos pela liderança do PSD

Pedro Passos Coelho, Rui Rio e, provavelmente, Paulo Rangel devem disputar a liderança do partido entre o final deste ano e o princípio do próximo, segundo antevê o comentador social-democrata. E lança ainda Luís Montenegro e Carlos Moedas

Marques Mendes anteviu, no seu comentário de domingo à noite no noticiário da SIC, um futuro com dois momentos de disputa pela liderança do PSD, o primeiro a ocorrer após as autárquicas de outubro e o segundo a ter lugar em 2019.

Mendes considera que as autárquicas não são fáceis para o partido e prevê que a primeira disputa tenha lugar logo após as eleições. A Pedro Passos Coelho e a Rui Rio prevê que se junte ainda Paulo Ragel, que considerou ser o “provável” terceiro candidato.

No segundo momento, em 2019, antevê que surjam também, nesta arena de disputa pela liderança do partido, Luís Montenegro, que esta semana abandonou a liderança da bancada parlamentar do PSD (o comentador considerou que ao longo dos seis anos que executou essas funções mostrou ser “corajoso, competente, sólido”, criando “um estatuto que lhe permite de hoje para amanhã ser candidato a líder”), e Carlos Moedas, atual comissário europeu (que por essa altura “poderá regressar prestigiado em Bruxelas”).