Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Costa faz comunicado para justificar uma semana de férias

Gabinete do primeiro-ministro explica que férias foram “planificadas” e que “primeiro-ministro está sempre contactável e disponível em caso de necessidade

Helena Pereira

Helena Pereira

Editora de Política

O gabinete do Primeiro-ministro fez um comunicado para esclarecer "que o Governo, tendo em consideração o período de verão, organizou e planificou em tempo o período de férias do Primeiro-ministro, bem como dos restantes membros do Governo, de forma a garantir as necessárias substituições para assegurar o normal funcionamento do Governo".

Assim sendo, "o Primeiro-ministro encontra-se no gozo de uma semana de férias, sendo substituído na sua ausência, nos termos do artigo 7º da Lei Orgânica do XXI Governo, pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros. O Primeiro-ministro está sempre contactável e disponível em caso de necessidade".

O jornal i noticiou hoje em manchete que António Costa estaria de férias numa ilha espanhola até ao debate do Estado da Nação, dia 12 de julho, mas que poderia interromper o período de descanso alguns dias desta semana para deslocar-se a Lisboa.

As férias terão começado no sábado, dia em que o chefe de Estado-Maior do Exército, general Rovisco Duarte, anunciou a suspensão temporária de cinco comandantes de unidades de modo a, nas suas palavras, "não interferirem" com o processo de averiguações do furto de armamento em Tancos.