Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

PS acusa Passos Coelho de se aproveitar de uma tragédia

A deputada Júlia Rodrigues disse que os socialistas estão “profundamente consternados e indignados” com o facto do líder social-democrata ter dito que foram cometidos suicídios sem confirmar a informação

O PS acusou esta segunda-feira o líder do PSD de se aproveitar da tragédia dos incêndios na região Centro do país na última semana, ao associar alegados suicídios a um falhanço no apoio do Estado.

"Surpreendentemente, aparece o doutor Passos Coelho a fazer um discurso que mais não é do que um aproveitamento emocional desta tragédia", disse à agência Lusa a deputada do PS Júlia Rodrigues, afirmando que os socialistas estão "profundamente consternados e indignados" com o que foi dito esta segunda-feira pelo líder social-democrata.

O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, disse esta segunda-feira que o Estado falhou no apoio psicológico às vítimas do incêndio de Pedrógão Grande, adiantando ter tido conhecimento de que um suicídio ocorreu por falta desse apoio.

"Tenho conhecimento de vítimas indiretas deste processo, de pessoas que puseram termo à vida, em desespero", sinal de que "não receberam a tempo o apoio psicológico que lhes devia ter sido prestado", declarou aos jornalistas após uma visita ao quartel dos bombeiros de Castanheira de Pera, no distrito de Leiria.