Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Comemorações oficiais do Dia de Portugal arrancaram no Porto

JOSÉ COELHO/LUSA

As comemorações oficiais do 10 de Junho arrancaram esta manhã no Porto com o içar da bandeira no centro da Praça General Humberto Delgado, numa cerimónia a que assistiram dezenas de pessoas

Isabel Paulo

Isabel Paulo

Jornalista

“É um Presidente à maneira. Mais nada.” Marcelo, Marcelo, Marcelo é o nome que grita a multidão q se acotovela ao longo da Avenida dos Aliados no Porto, no primeiro dia das comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das comunidades portuguesas.

Após o ato protocolar do içar da bandeira e do hino nacional, executado pela banda da Força Aérea, o Presidente da República está a passar revista a várias tendas e a um pequeno arsenal de todos os ramos da Força Aérea, enquanto a multidão entoa em alta voz “Marcelo, Marcelo, Marcelo”. É a euforia do costume perante o espanto dos turistas que não param de questionar quem é.

Ao longo dos Aliados, a visita às tropas é lenta, tal a ânsia dos populares em tocar Marcelo e registar o momento em fotos. Para saudar o Presidente muitos são os alunos de escolas básicas do Porto presentes na Avenida dos Aliados, estreita demais para tanta gente. “Ainda perco um”, lamenta-se Alexandra Costa, da Escola das Campinas, do agrupamento do Viso. José Soares, reformado, resume numa curta frase o sentimento geral: “É um Presidente à maneira”, mais nada.