Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Lajes: Marcelo espera que o bom senso prevaleça

MIGUEL A. LOPES / LUSA

“Não sei, naquilo que depende de nós, devem manter-se, é bom que se mantenham e é um desperdício não se manterem”, avança o Presidente da República quando questionado se os compromissos entre Portugal e os Estados Unidos sobre a base das Lajes, nos Açores, se vão manter

O Presidente da República afirmou esta sexta-feira, rodeado de crianças, que tem esperança de que prevaleça o bom senso no que respeita aos compromissos entre Portugal e os Estados Unidos sobre a base das Lajes, nos Açores.

Marcelo Rebelo de Sousa visitou esta sexta-feira a base das Lajes, na ilha Terceira, e estava no meio de cerca de 40 alunos da escola de ensino básico local quando os jornalistas lhe perguntaram se acredita que esses compromissos internacionais se vão manter.

"Não sei, naquilo que depende de nós, devem manter-se, é bom que se mantenham e é um desperdício não se manterem", respondeu, acrescentando: "Como eu sou uma pessoa esperançosa, tenho sempre esperança de que o bom senso prevaleça. É sempre a minha ideia".

Logo de seguida, o Presidente da República perguntou às crianças, filhas de militares e funcionários da base das Lajes e de residentes dos bairros circundantes, se "não acreditam no futuro", ao que estas responderam em coro: "Sim".