Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Coligação CDS/MPT/PPM para Lisboa já tem nome

O rosto de Assunção Cristas aparecerá nos boletins de voto associado a “Nossa Lisboa”, nome dado à aliança que junta CDS, MPT, PPM e independentes na candidatura à Câmara de Lisboa

Cristina Figueiredo

Cristina Figueiredo

Jornalista da secção Política

A coligação do CDS com o Partido da Terra (MPT), o Partido Popular Monárquico (PPM) e cidadãos independentes pela qual Assunção Cristas se apresenta como candidata à presidência da Câmara de Lisboa já tem nome: “Nossa Lisboa” será a designação que vai aparecer nos boletins de voto, à frente do rosto da antiga ministra do Ambiente e atual presidente do CDS, enquanto a assinatura da campanha será “Pela Nossa Lisboa”.

O “nossa” é justificado pelo porta-voz da campanha de Cristas, João Gonçalves Pereira, com o facto de se tratar de “uma Lisboa onde a Assunção cresceu, estudou, casou, teve 4 filhos e onde trabalha”, mas a ideia é que os potenciais eleitores a percebam também como uma cidade “aberta e cosmopolita que potencie a nossa autenticidade enquanto identidade, tradições, nas diferentes particularidades dos bairros da cidade” e “inclusiva e de todos (novos, idosos e famílias), capaz de criar condições para atrair mais pessoas para viverem na cidade, ao mesmo tempo que consegue potenciar o interesse daqueles que nos visitam”.

O CDS assinou, a 14 de maio, o acordo de coligação com o Partido Popular Monárquico (PPM) e o Movimento o Partido da Terra (MPT) - partidos que até aqui tinham apoiado sempre os candidatos do PSD - para uma candidatura comum à Câmara de Lisboa liderada por Assunção Cristas.

A formalização do acordo não passou despercebida, e mais tarde seria criticada dentro do próprio CDS, devido às polémicas declarações de Gonçalo da Câmara Pereira. O vice-presidente dos monárquicos defendeu que Cristas "provou, como a maioria das portuguesas, que pode trabalhar e ter filhos". E, numa comparação logo considerada infeliz, alegou que Lisboa é uma mulher "agradável à vista e fotogénica, mas de espartilho e saia travada", quando se quer de "saia larga" ou de "calças".