Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

‘Porto, o Nosso Partido’ acusa adversários políticos de Rui Moreira de campanha de “difamação e insídia”

Movimento Independente afeto à candidatura de Rui Moreira sai, esta quinta-feira, em defesa do presidente da Câmara do Porto, alegando que este ficou prejudicado e não beneficiado com o duplo registo do terreno pertença da Selminho, imobiliária da família Moreira

Isabel Paulo

Isabel Paulo

Jornalista

Após a Câmara do Porto ter anunciado, esta manhã, que irá entregar no Ministério Público uma queixa-crime contra o jornal “Público”, na sequência da notícia publicada esta quinta-feira com o título “Família de Rui Moreira quer construir em terrenos que serviços municipais dizem ser propriedade da Câmara”, o Movimento independente que suportou a candidatura de Rui Moreira, em 2013, também decidiu sair em defesa do autarca.

“A história que o Público de hoje conta e elabora no seu editorial fundamenta-se em pressupostos errados, graves e porventura difamatórios”, refere o comunicado.

O grupo de independente do 'Porto, o Nosso Partido' garante que o presidente em nada beneficiou com o erro detetado pelos serviços municipais, há seis meses, do duplo registo de parte do terreno pertença família Moreira, parte dos quais do domínio público.

“De tudo o que sobre a matéria é do conhecimento público, o presidente da Câmara não pode ter sido beneficiado em nada nem ter agido em causa própria a seu favor. Pela simples razão, de que de nada beneficiou”, conclui.