Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

António Costa fica com filhos de João Miguel Tavares em dia de tolerância de ponto

Num artigo de opinião, João Miguel Tavares, jornalista do “Público”, criticou a tolerância de ponto dada pelo Governo devido à visita do Papa e desafiou o primeiro-ministro a tomar conta dos seus filhos

“A solução que me parece, apesar de tudo, mais fazível é esta: enquanto eu trabalho, Vossa Excelência fica-me com os putos”. Foi assim que o jornalista João Miguel Tavares, num artigo de opinião do “Público” dirigido a António Costa, criticava a tolerância de ponto dada pelo Governo devido à vinda do Papa Francisco a Portugal. Esta sexta-feira, o primeiro-ministro respondeu ao desafio e ficou a tomar conta dos quatro filhos do jornalista.

Quando o Governo confirmou a tolerância de ponto para esta sexta-feira, algumas vozes criticaram a decisão. João Miguel Tavares numa mensagem dirigida ao primeiro-ministro lembrou o problema de muitos pais quando o Executivo decide dar estas folgas à função pública: onde deixar os filhos?

“As tolerâncias de ponto não me assistem. Já os meus filhos, pelo contrário, frequentam escolas públicas. Desta confluência de factos resulta que eu vou ter de trabalhar na sexta-feira enquanto as minhas crianças não vão ter aulas, não têm ninguém para ficar com elas em casa, e ainda são muito novas para irem peregrinar sozinhas em direção a Ourém”, lê-se no texto de opinião publicado a 29 de abril.

Esta sexta-feira, depois de ter recebido um email de Costa, João Miguel Tavares deixou os filhos, de quatro, nove, 11 e 13 anos em São Bento. No Facebook publicou uma foto do momento (repare no programa que está a dar na televisão).

Depois do almoço, António Costa teve de partir para Base Aérea de Monte Real, onde iria receber o Papa Francisco.