Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Marcelo contraria Passos: “Tendência do crescimento melhorou. Tudo boas notícias”

Presidente diz que o crescimento económico no final do anterior Governo foi “limitado”. Com Costa, tendência positiva “confirmou-se e melhorou”. Passos disse no fim de semana que a recuperação do emprego começou com ele

Marcelo Rebelo de Sousa resolveu comentar os últimos números do desemprego – a segunda maior descida da UE segundo o Eurostat – com referências ao anterior Governo. Sublinhando que o crescimento económico no final do Governo de Passos Coelho existiu mas foi "limitado", Marcelo congratulou-se com as "boas notícias" que agora chegam.

"Como sabemos, foi um processo muito difícil o da crise, e o crescimento económico no final do Governo anterior foi limitado", afirmou o Presidente da República, à margem de uma visita ao Hospital das Forças Armadas, no Porto. "Houve crescimento, que contrastava com o período pior da crise" mas foi "limitado".

"A grande dúvida – continuou Marcelo – era saber se essa tendência (de crescimento) se confirmava e se melhorava. Parece confirmar-se e parece melhorar. Tudo boas notícias", concluíu.

Pedro Passos Coelho contestou no fim de semana, em Viana do Castelo, a tese de Marcelo Rebelo de Sousa, lembrando que a diminuição da taxa de desemprego e oaumento da criação de emprego começou no seu Governo e que a descida não se deve ao Executivo de Costa.

Também sobre a troca de dívida de longo por dívida de curto prazo, Passos emendou Marcelo. O Presidente tinha dito que o Governo atual está a fazer é o mesmo que fez o anterior.O líder do PSD corrigiu: "Não é. É exatamente o contrário", afirmou.

A reação de Marcelo chegou esta terça-feira, indiretamente.