Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Líder parlamentar do PS pede prioridade ao combate às desigualdades

Carlos César sublinhou que “há ainda muitos aspetos que correm o sentido original da revolução de 25 de Abril de 1974”. E exemplificou: “questões que têm a ver com a corrupção, com a opacidade de administrações nos processos decisórios e com a confusão entre poder económico e poderes decisórios a diversos níveis”

O líder parlamentar do PS considerou esta terça-feira que o combate às desigualdades constitui uma prioridade do regime democrático, salientando que estas não são apenas salariais e estendem-se aos fatores de acesso à revolução tecnológica.

Carlos César falava aos jornalistas após a sessão solene comemorativa do 43º aniversário do 25 de Abril de 1974 na Assembleia da República.

"É importante que os portugueses tenham consciência de que a democracia que adquirimos e que os direitos que usufruímos são instrumentos fundamentais para controlar o poder político e para fazermos com que estejamos atentos às desigualdades. As desigualdades não são apenas económicas, mas também no plano social e das acessibilidades", advertiu o presidente do PS.

Carlos César referiu neste contexto que os portugueses estão confrontados "com fatores que têm a ver com o desenvolvimento tecnológico e com a automação", assim como "com as perspetivas de mudança na organização do trabalho".

Por essa razão, defendeu que é preciso combater "défices" em áreas como a educação, ou ao nível da preparação dos cidadãos para a sua integração profissional e económica".

Por outro lado, de acordo com o presidente do PS, "há ainda muitos aspetos que correm o sentido original da revolução de 25 de Abril de 1974.

Carlos César apontou depois como exemplos "questões que têm a ver com a corrupção, com a opacidade de administrações nos processos decisórios e com a confusão entre poder económico e poderes decisórios a diversos níveis".

"Tudo isso deve ser combatido e sobre essas matérias tem de existir um escrutínio constante", acrescentou o líder parlamentar socialista.