Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

‘Dinossauro’ do PSD volta à Covilhã... como independente

Marcos Borga

Carlos Pinto decidiu voltar a candidatar-se à Câmara da Covilhã, a que presidiu durante 20 anos, sempre pelo PSD. Desta vez, porém, apresenta-se como independente

Cristina Figueiredo

Cristina Figueiredo

Jornalista da secção Política

O antigo presidente da Câmara da Covilhã Carlos Pinto vai voltar a candidatar-se à presidência do município, mas desta vez como independente.

Em comunicado tornado público no sábado, Carlos Pinto explicou que tomou a decisão “após reflexão sobre o estado de profunda estagnação económica e social em que se encontra o concelho” – que é gerido, desde 2013, por Vítor Pereira, do PS.

Carlos Pinto, que cumprirá 70 anos a 16 de julho, foi presidente desta autarquia do distrito de Castelo Branco entre 1989 e 1993 e entre 1997 e 2013, sempre eleito pelo PSD. Mas tem sido um crítico da liderança de Passos Coelho e avança agora como independente, preparando-se para enfrentar Marco Batista (presidente da concelhia e candidato oficial do PSD) e Adolfo Mesquita Nunes (pelo CDS-PP).

No comunicado em que anunciou, em sábado de Aleluia - como fez notar a página do Facebook "Queremos Carlos Pinto de volta como presidente da Covilhã –, a sua recandidatura, promete “fazer avançar o concelho no reforço da qualidade de vida na cidade e nas freguesias”, com "responsabilidade, confiança, credibilidade e colaboração ativa com os trabalhadores da Câmara".