Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Líderes europeus debatem Brexit a 29 de abril

AURORE BELOT/AFP/GETTY

Depois do anúncio de que a notificação para a saída do Reino Unido da União Europeia seguirá de Londres para Bruixelas a 29 de março, Conselho Europeu marca reunião extraordinária

Luísa Meireles

Luísa Meireles

Redatora Principal

Precisamente um mês depois da noticiação oficial do Reino Unido à União Europeia sobre a sua intenção de sair do bloco, os chefes de Estado e de Governo têm encontro marcado para discutir o Brexit a 29 de abril.

O anúncio foi feito esta terça-feira pelo presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, no decurso de uma conferência de imprensa com o primeiro-ministro japonês.

Segundo Tusk, o Conselho deverá adotar as linhas orientadoras e o roteiro para as negociações do Brexit. "Eu teria pessoalmente preferido que o Reino Unido não tivesse escolhido sair da UE, mas a maioria dos eleitores britânicos votaram noutro sentido", afirmou o presidente do Conselho Europeu, acrescentando que "deve ser feito tudo para tornar o processo de divórcio o menos penoso para a UE".

É de prever, no entanto, que as questões substantivas do Brexit só venham a começar a ser negociadas depois do verão e, sobretudo, depois das eleições alemãs. Será também a primeira vez que os líderes europeus se encontrarão após a primeira volta das eleições presidenciais francesas, que poderão ser determinantes para o futuro da União.

Relativamente ao Brexit, várias questões serão à partida complexas: para além do problema da Escócia, que quer fazer um referendo ainda antes da data de saída (o que a primeira-ministra Theresa May nega), há ainda a indefinição da situação na Irlanda do Norte, o agravamento das diferenças entre Londres e o interior, e a questão dos imigrantes e de 2,5 milhões de cidadãos comunitários.