Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Daniel Adrião pede impugnação de deliberação sobre revisão dos estatutos do PS

O pedido de impugnação foi dirigido à Comissão Nacional de Jurisdição do PS e defende que primárias já deviam ter sido votadas em Comissão Nacional

O dirigente socialista Daniel Adrião solicitou na quarta-feira a impugnação da deliberação tomada na última Comissão Nacional do PS de remeter o processo de revisão dos estatutos para o próximo congresso do partido, em 2018.

O pedido de impugnação apresentado por Daniel Adrião, ao qual a agência Lusa teve hoje acesso, foi dirigido à Comissão Nacional de Jurisdição do PS.

Na última reunião da Comissão Nacional do PS, realizada no passado dia 04, no Porto, por proposta da direção, foi aprovada a deliberação de incluir no âmbito de um grupo de trabalho interno todos os projetos de revisão dos estatutos, tendo em vista a sua discussão e votação no próximo congresso.

Na sequência desta decisão, considerou-se prejudicada a discussão e votação de uma proposta de revisão de estatutos apresentada por Daniel Adrião ao congresso de 2016, mas que o mesmo congresso remeteu para posterior apreciação e votação em Comissão Nacional.

Daniel Adrião considera que, face à deliberação do congresso de 2016, a sua proposta de revisão dos estatutos teria de ser obrigatoriamente votada e discutida em Comissão Nacional.

Ou seja, segundo este dirigente socialista, a última Comissão Nacional do PS, no Porto, não tinha qualquer poder para tornear uma deliberação antes tomada em congresso nacional.

No seu projeto, entre outras mudanças, Daniel Adrião pretende instituir nos estatutos do PS a realização de eleições primárias (abertas a simpatizantes) para a escolha dos candidatos ao lugar de secretário-geral, presidências de câmara ou de freguesia, deputados ou eurodeputados.