Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Presidente da Câmara de Vila Verde detido por suspeita de corrupção

Em causa estará um caso de alegada prática dos crimes de corrupção e prevaricação no processo de alienação de uma escola profissional a uma empresa privada, da concessão de um parque estacionamento à superfície e da construção de um parque de estacionamento a uma empresa do sector da construção civil

O presidente da Câmara de Vila Verde, António Vilela (PSD), foi detido esta manhã por suspeita de corrupção e prevaricação relacionado com a alienação, a uma empresa privada, de 51% de uma escola profissional, disse à Lusa fonte ligada ao processo.

De acordo com aquela fonte, além do autarca foi detido o proprietário da Escola profissional Amar Terra Verde (EPATV) fundada, em 2013 pelos municípios de Vila Verde, Amares e Terras de Bouro.

A mesma fonte revelou que os dois detidos vão ser ouvidos pelo Ministério Público (MP) e pelo Juiz de Instrução no Tribunal de Braga, desconhecendo-se ainda se isso acontecerá durante o dia de hoje.

Em causa estará um caso de alegada prática dos crimes de corrupção e prevaricação no processo de alienação daquela escola, a uma empresa privada, da concessão de um parque estacionamento à superfície e da construção de um parque de estacionamento a uma empresa do setor da construção civil.