Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Comício do candidato Emmanuel Macron às eleições em França atrai 16 mil pessoas

Emmanuel Macron foi ministro da Economia no Governo de Manuel Valls

Sean Gallup / Getty Images

Mais de 16.000 pessoas acorreram ao comício do candidato centrista às eleições presidenciais em França Emmanuel Macron, em Lyon, que viu, na multidão, "uma demonstração de vontade de considerar um futuro novo" para o país.

Mais de 16.000 pessoas acorreram ao comício do candidato centrista às eleições presidenciais em França Emmanuel Macron, em Lyon, que viu, na multidão, "uma demonstração de vontade de considerar um futuro novo" para o país.

"Não vos digo que a esquerda e a direita não significam mais nada, que já não existem, que são a mesma coisa. Mas estas clivagens nos momentos históricos serão inultrapassáveis" questionou o candidato no comício.

O antigo ministro do Governo socialista, reposicionado ao centro, fez um apelo para fazer da França "um país de inovação", liberalizando o trabalho, e retomar o compromisso político do lema nacional "Liberdade, igualdade, fraternidade", que, segundo Emmanuel Macron, 39 anos, tem sido esquecido.

Para um dos participantes no comício, Guy Tremblay, 49 anos, Macron "é o único candidato que diz que amanhã não será pior do que hoje, e que as mudanças não são portadoras de desilusão".

Antigo protegido do Presidente socialista François Hollande, até à demissão, no ano passado, o ex-ministro tenta atrair os franceses que estão em busca de algo de novo na política.

A candidata de extrema-direita, Marine Le Pen, também vai realizar, no domingo, um comício em Lyon, onde apresentará o seu programa aos militantes da Frente Nacional.