Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

BE leva a debate degradação dos transportes públicos

Tiago Miranda

Catarina Martins diz que tem ocorrer “já” um investimento para que seja reposto “o nível básico que existia há quatro anos”

O Bloco de Esquerda (BE) leva esta quarta-feira ao parlamento um debate de urgência sobre transportes públicos para alertar para a degradação dos transportes e apresentar, ao mesmo tempo, iniciativas legislativas sobre o setor.

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, juntamente com outros deputados e dirigentes do Bloco de Esquerda, viajaram na manhã de segunda-feira no Metro de Lisboa, entre as estações de Cais do Sodré e Intendente, na linha Verde, acompanhados por membros da comissão de trabalhadores da empresa e, no final, anunciaram o agendamento do debate de urgência.

No final do percurso de dez minutos, Catarina Martins lembrou ainda o “compromisso” do atual Governo de, no primeiro semestre de 2016, fazer um investimento nos transportes públicos, mas frisou que, “de facto, esse investimento não está a ser feito”.

A líder do BE frisou então que a proposta do partido é “simples e razoável” e passa pelo investimento “já”, de modo a que seja reposto “o nível de oferta básico que existia há quatro anos”.

“Não se repõe de um dia para o outro tudo o que foi destruído”, assumiu, pedindo todavia respostas imediatas para este problema que leva, não raras vezes, a que as pessoas circulem no Metro como “sardinhas enlatadas”.

Na reunião plenária desta quarta-feira debate-se ainda o projeto de lei nº322/XIII do CDS-PP sobre a criação da conta de gestão florestal e também o projeto de resolução nº609/XIII do Bloco de Esquerda, que recomenda ao Governo a atribuição de apoios financeiros aos produtores florestais.