Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

BE concorda “por uma vez” com PSD: descida da TSU “é má para o país”

NUNO FOX / Lusa

“É natural que haja uma certa perplexidade com a posição do PSD, sendo certo que o BE acha que por uma vez o PSD tem razão: a descida da TSU é má para o país”, defende a líder do Bloco de Esquerda

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, sublinhou esta manhã que "por uma vez" o PSD tem razão ao criticar a descida da Taxa Social Única (TSU) para as empresas, porque a medida "é má para o país".

"É natural que haja uma certa perplexidade com a posição do PSD, sendo certo que o BE acha que por uma vez o PSD tem razão: a descida da TSU é má para o país", advogou Catarina Martins, que falava aos jornalistas em Lisboa no final de uma ação com foco nos transportes públicos da capital, em concreto o metropolitano.

Sobre a TSU, que tem marcado a agenda noticiosa nos últimos dias, a líder do Bloco assinalou que o Governo "sempre soube que o BE não apoiaria" a medida, e justificou depois o porquê da contestação.

"O que [a descida da TSU[ faz é promover salários baixos, para além de pôr os contribuintes a pagar um custo que não é seu, é das empresas".

A descida da TSU está prevista no acordo de concertação social que consagrou o aumento do Salário Mínimo Nacional (SMN) para os 557 euros, mas tanto o Bloco de Esquerda como o PCP admitiram avocar a medida ao parlamento para a revogar, caso o Governo insista em mantê-la.