Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

“Ninguém é como ele foi”, a opinião de Paulo Baldaia

O diretor do Diário de Notícias” diz que se tivesse de fazer um título sobre Soares era este: “Ninguém é como ele foi”

Em declarações à TSF, Paulo Baldaia sublinhou o perfil de Mário Soares como "um político único", ao qual "toda a gente reconhece as qualidades". O diretor do DN disse ainda que caraterísticas como as que o antigo presidente da República tinha "não encontramos em mais nenhum político em Portugal".

"Soares ganhou muitas eleições, mas perdeu algumas eleições e não tinha medo disso. Ele era assim em tudo. Na vida nada lhe foi dado como garantido. Foi sempre um homem de excessos. Lembro até as amizades profundas que manteve a vida toda e outras que tiveram altos e baixos. Salgado Zenha e Manuel Alegre, por exemplo, dois amigos com os quais se zangou", contou Baldaia.

Mário Soares morreu este sábado por volta das 15h30 no hospital da Cruz Vermelha, após 25 dias de internamento.