Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Jorge Sampaio: Soares é uma “figura consubstancial ao país”

Rui Ochôa

A "resiliência", "o amor à vida" e "a enorme esperança que outros tempos melhores viriam" estavam aliados à identidade de Mário Sores, relembra Jorge Sampaio

A "extraordinária capacidade de luta e de resistência", a resiliência e "o amor à vida" de Mário Soares foram sublinhadas este sábado pelo ex-presidente da República Jorge Sampaio, que vê em Soares uma "figura consubstancial ao país".

Ouvido pela SIC Notícias, Jorge Sampaio lembra que a democracia portuguesa deve a Mário Soares, em momentos decisivos, a "capacidade de ter estado presente". E sublinha o facto de nunca ter perdido "o seu amor por Portugal e pelo país", mesmo nos perídos em que foi preso, deportado e esteve exilado.

Para Jorge Sampaio, esta altura é "um virar para as nossas consciências", recordando a lição de Soares de "nunca desistir". Questionado sobre um momento em que Mário Soares tenha mudado o curso de Portugal, Sampaio recorda a fase em que Soares esteve no exílio sem nunca ter esquecido que "a luta continuava", assim como o 25 de abril e a criação do Partido Socialista.

Soares foi o "homem da liberdade, da democracia e o homem que virou Portugal para a Europa", resumiu JOrge Sampaio.