Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Dilma Roussef: Mário Soares é “exemplo de que é possível construir uma sociedade democrática”

ANTONIO LACERDA / EPA

A ex-Presidente do Brasil deixou uma mensagem no Blog do Alvorada. Também outro ex-presidente do Brasil, José Sarney, já se manifestou sobre a morte do ex-Presidente da República português

A ex-Presidente do Brasil Dilma Rousseff lamentou a morte de Mário Soares, recordando-o “como um militante da liberdade”.

No “Blog do Alvorada”, a Presidente destituída do Brasil refere-se a Mário Soares como alguém “adorado pelo povo e respeitado pelos adversários”.

A “sua vida dedicada à política e à democracia de Portugal é um exemplo para o mundo de que é possível construir uma sociedade democrática e igualitária para todos”, lê-se na mensagem de Dilma.

Mário Soares morreu este sábado, 7 de janeiro de 2017, no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, onde estava internado há 26 dias, desde 13 de dezembro. Tinha 92 anos. O Governo já decretou três dias de luto nacional, a partir de segunda-feira.

Também outro ex-presidente do Brasil, José Sarney, que foi o primeiro Presidente brasileiro depois da ditadura militar que vigorou durante 21 anos, já se manifestou, considerando que "Portugal está hoje mais pequeno com a morte de Mário Soares".

Em comunicado, Sarney, destacou que Mário Soares "foi a grande figura do país no século XX. Foi o responsável pela salvação de Portugal na grande crise ideológica que viveu depois da revolução dos Cravos".

O político brasileiro disse ter uma "admiração extraordinária" pelo ex-presidente de Portugal reforçando que "foi um grande estadista europeu e um dos maiores do mundo. Conseguiu marcar a presença do seu país nas grandes decisões mundiais".

Sobre a importância de Mário Soares para as relações entre Brasil e Portugal, o ex-presidente brasileiro afirmou ainda que "Mário Soares tinha pelo Brasil um grande amor, correspondido pelo grande amor que Brasil tem por ele. Aqui ele sempre foi das figuras mais veneradas entre líderes estrangeiros".

"Perdi um grande amigo. Solidarizo-me com o povo português pela grande perda que acaba de sofrer. Glória a Mário Soares. Ele merece todos os reconhecimentos dos brasileiros", concluiu José Sarney.