Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

CDS-PP: Soares teve “papel único na definição do Portugal democrático europeu”

Numa nota enviada pelo partido, a líder do CDS Assunção Cristas relembra o papel de Mário Soares em fundar o Portugal democrático, “no difícil período revolucionário em que se opôs à hegemonia política e totalitária”

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, lamentou este sábado a morte do antigo presidente da República Mário Soares, destacando o seu "papel único na definição do Portugal Democrático Europeu".

"Em muitas alturas, o CDS teve grandes divergências políticas com o dr. Mário Soares, mas não esquecemos o seu papel fundador no Portugal Democrático, especialmente no difícil período revolucionário em que se opôs à hegemonia política e totalitária - e em que, tendo vencido, ajudou a democracia a vencer e a ser consolidada em Portugal", assinalou Assunção Cristas, numa nota enviada à Lusa.

Falando em nome do partido, Cristas apresentou "sentidas condolências" à família e amigos do antigo Presidente da República.

Mário Soares encontrava-se internado desde o dia 13 de dezembro, tendo sido transferido no dia 22 dos Cuidados Intensivos para a "unidade de internamento em regime reservado" do Hospital da Cruz Vermelha, depois de sinais de melhoria do estado de saúde.