Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

PS propõe Mário Mesquita e João Pedro Figueiredo para a ERC

Gonçalo Rosa da Silva

O jornalista e o jurista são dois dos cinco nomes propostos da futura equipa da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Outros dois nomes terão de ser apresentados pelo PSD e último cooptado pelos restantes partidos

O PS propõe o professor universitário e jornalista Mário Mesquita e o jurista João Pedro Figueiredo para dois dos cinco lugares na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), disse esta quinta-feira à Lusa fonte da bancada socialista. Em setembro, o Expresso avançou que Mesquita estaria a ser sondado para assumir estas funções.

Segundo a mesma fonte, outros dois nomes da futura equipa da ERC terão de ser apresentados pelo PSD até sexta-feira (último dia do prazo), estando a eleição agendada na Assembleia da República para o dia 19 deste mês. O quinto membro será cooptado pelos restantes.

Os quatro elementos da ERC indicados pela Assembleia da República têm de ser aprovados por uma maioria de dois terços dos deputados, o que requer tradicionalmente um entendimento político prévio entre sociais-democratas e socialistas.(Corrige segundo e terceiro parágrafos, corrigindo que dois membros da ERC são indicados pelo PS, dois pelo PSD e o quinto é cooptado pelos restantes)
No caso do PS, Mário Mesquita e João Pedro Figueiredo vão substituir na ERC o antigo secretário de Estado Alberto Arons de Carvalho (vice-presidente) e o jornalista Rui dos Santos Gomes.

A ERC é uma entidade reguladora presidida pelo jornalista Carlos Magno, que tem ainda no seu elenco a ex-deputada social-democrata Maria Luísa Gonçalves e a jurista e jornalista Raquel Alexandra Brízida Castro.

  • Mário Mesquita sondado para a ERC

    Mandato do atual regulador dos media, liderado por Carlos Magno, termina em novembro e os partidos já puseram em marcha o processo de escolha de nomes