Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

CDS quer saber se o Governo está a “salvaguardar devidamente o interesse nacional” no caso Almaraz

Central Nuclear de Almaraz, nas margens do Tejo

tiago miranda

Em causa está a construção de um armazém nuclear na cidade espanhola de Almaraz, a 100 kms da fronteira com Portugal

O CDS apresentou esta quinta-feira uma pergunta ao Ministro dos Negócios Estrangeiros relativa à construção de um armazém nuclear em Almaraz. Os centristas querem saber qual a posição e a ação tomada pelos responsáveis da diplomacia portuguesa.

No documento, os centristas questionam sobre quais as diligências que estão a ser tomadas para “salvaguardar devidamente o interesse nacional”, se já foram pedidos esclarecimentos a Espanha e se já foi ou será apresentada queixa à Comissão Europeia.

Na quarta-feira, Augusto Santos Silva admitiu que Portugal poderia apresentar queixa contra Espanha junto da Comissão Europeia. Já o ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, garantiu na segunda-feira que não irá participar na reunião com a homóloga espanhola caso se confirme a decisão de Espanha sobre a construção do armazém.

Em causa está a decisão do Governo espanhol, conhecida na semana passada, de dar luz verde à construção de um armazém para resíduos nucleares na central de Almaraz, localizada a cerca de 100 quilómetros da fronteira portuguesa, através de uma resolução da Direção-Geral de Política Energética e Minas, do Ministério da Energia.