Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Paulo Rangel considera “deplorável” excesso de boletins “invasivos” sobre saúde de Soares

Eurodeputado do PSD critica, em artigo de opinião no Público, “a emissão omnipresente” de comunicados sobre o estado de saúde do ex-Presidente da República

Helena Pereira

Helena Pereira

Editora de Política

O eurodeputado do PSD, Paulo Rangel, criticou hoje o Hospital da Cruz Vermelha e os media pelo excesso de informação prestada diariamente sobre o estado de saúde do ex-Presidente da República Mário Soares.

"A emissão omnipresente de boletins invasivos sobre a saúde do Presidente Soares é deplorável", escreve em artigo de opinião no Público o social-democrata, acrescentando: "Há momentos em que a intimidade é um valor supremo. O que custa respeitá-la? Uma ou duas notas esporádicas cumpririam a função".

Mário Soares, de 92 anos, está internado no Hospital da Cruz Vermelha desde dia 13 de dezembro. Está, desde ontem, em coma profundo. O Hospital começou por fazer dois comunicados diários sobre a evolução do estado de saúde por acordo com a família e atualmente emite uma nota todas as manhãs.