Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Ao segundo dia, a eleição do Comité Central

Ana Baião

Jerónimo de Sousa, há 12 anos secretário-geral do partido, e a maior parte dos membros da Comissão Política e do Secretariado Nacional devem ser reconduzidos

Cerca de 3.200 pessoas, entre dirigentes, delegados e militantes do PCP, continuam este sábado os trabalhos do XX Congresso, que culminará com a eleição dos 146 membros do Comité Central e seus organismos executivos.

Após uma primeira jornada dedicada ao balanço da "posição conjunta com o PS", seus "avanços" e "limitações", Jerónimo de Sousa, há 12 anos como secretário-geral, e a maior parte dos membros da Comissão Política e do Secretariado Nacional devem ser reconduzidos até 2020.

A eleição do rol de dirigentes, por voto secreto, decorrerá a partir das 18h, à porta fechada, sendo os resultados divulgados em seguida, previsivelmente a partir das 20h.

Entre a lista de nomes contam-se todos os elementos daqueles dois organismos executivos, à exceção de Albano Nunes. Entre 146 nomes pré-designados, há 22 novos elementos - 14 homens e oito mulheres, com uma média de idade de 37 anos -, enquanto outros 25 membros deixaram de constar do conjunto do órgão dirigente alargado entre congressos.

A média etária do novo elenco situa-se nos 48 anos, com 25% de mulheres (37) e 62% de funcionários do partido. As ocupações profissionais encontram-se distribuídas por operariado (46%), intelectuais e quadros técnicos (32%), empregados por contam de outrem (21%) e estudantes (1%).

O XX Congresso Nacional do PCP decorre até domingo no Complexo Municipal dos Desportos "Cidade de Almada", em Almada, na margem sul do Tejo.

Segundo dados do PCP, o mais antigo partido político português, com 95 anos, desde a última reunião magna, em 2012, os comunistas recrutaram mais 5.300 militantes, contando atualmente com 54.280 militantes.