Siga-nos

Perfil

Expresso

Política

Marcelo lamenta morte de trabalhadores em acidente de trabalho em Lisboa

Os dois homens foram encontrados mortos nos escombros do prédio, após uma derrocada. O Presidente digiu condolências aos familiares das vítimas

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, lamentou esta segunda-feira a morte de dois trabalhadores num acidente de trabalho num prédio em obras em Lisboa e dirigiu condolências aos seus familiares.

Os dois homens foram encontrados mortos nos escombros do prédio, após uma derrocada. As duas vítimas são de nacionalidade portuguesa e trabalhavam para o empreiteiro da obra, o Grupo Casais, que, contactado pela Lusa, remeteu declarações para mais tarde.

"O Presidente da República, tendo tomado conhecimento do acidente de trabalho ocorrido hoje em Lisboa, na Rua Alexandre Herculano, lamenta com pesar a morte dos trabalhadores, dirigindo pessoalmente aos seus familiares as mais sentidas condolências", lê-se numa nota divulgada na página da Presidência da República na Internet.

O prédio em causa situa-se no centro de Lisboa, na Rua Alexandre Herculano, na esquina com a Rua Rodrigo da Fonseca. O alerta para a derrocada na parte interior da fachada foi dado pelas 12h desta segunda-feira.

A intervenção das autoridades foi dificultada pelo perigo de cedência das estruturas e a recolha dos corpos só terminou perto das 18h.

Em declarações à agência Lusa, um trabalhador da obra, que não quis ser identificado, disse que estava no primeiro andar quando aconteceu o acidente.

"Foi tudo muito rápido, só tive tempo de ver a poeira e fugir", relatou.

De acordo com o mesmo, as obras de reabilitação do prédio começaram há dois meses.